Um computador prevê quais empresas serão bem-sucedidas

Foi solicitado para um computador a previsão de quais as novas empresas que seriam bem-sucedidas. Os resultados foram surpreendentes.

Em 2009, Ira Sager, da revista Businessweek, criou um desafio para o CEO da Quid AI, Bob Goodson: programe um computador para escolher as 50 empresas inéditas que estão preparadas para atravessar o mundo.

Quase oito anos depois, a revista revisou a lista. Os resultados surpreenderam até mesmo Goodson: lá estavam empresas como a Evernote, Spotify, Etsy, Zynga, Palantir, Cloudera, OPOWER – a lista continua. Vinte por cento das empresas escolhidas atingiram avaliações de bilhões de dólares.

a lista de goodson2

Recentemente, a Bloomberg pediu a Goodson para repetir o feito. O trabalho é novamente criterioso e aponta para as seguintes áreas de investimento mais promissoras:

A realidade aumentada será muito mais significativa do que a realidade virtual, pois moldará a forma como olhamos e interagimos com o mundo que nos rodeia.

As tecnologias de reconhecimento e mapeamento de imagensserão implantadas em toda a indústria automotiva, uma vez que os fabricantes de automóveis tradicionais se adaptam aos veículos auto-dirigidos.

Os problemas associados à detecção de segurança e fraude on line continuarão a se aprofundar, com importantes implicações para o governo e as empresas, para mobile e e-commerce.

A digitalização da educação está acontecendo através de aplicações práticas que se integram no sistema existente, incluindo aplicações de ensino e treinamento, bem como jogos.

Os drones estão ganhando adoção em ambientes comerciais e as empresas na vanguarda estarão bem posicionadas para se expandirem para aplicações de consumo no futuro.

A casa inteligente está se desenvolvendo através de uma gama de produtos de consumo acessíveis, incluindo alto-falantes de lâmpadas, iluminação inteligente, sensores de segurança flexíveis e sensores de jardim.

À medida que a computação se torna mais integrada na experiência humana, são possíveis novas aplicações de sensores inteligentes, incluindo análise de suor, fones de ouvido, autenticação de olhos e hologramas.

Continua a ter grandes oportunidades de mercado no comércio eletrônico à medida que a moda se torna cada vez mais móvel e social.

A inteligência artificial dá maior eficiência no trabalho de conhecimento, que envolve o gerenciamento de dados ou informações, incluindo robôs e dentro de vendas e marketing.

A tecnologia espacial continua a avançar em áreas como propulsão por satélite espacial e mineração.

Na lista, menos de 50% das empresas selecionadas são do Vale do Silício. 20% das empresas escolhidas estão espalhadas por todo o mundo, em países como Israel, Índia, China, Alemanha, Suécia, Finlândia, Espanha e Reino Unido. Nenhuma no Brasil.

A lista completa das 50 empresas está no site Fórum Econômico Mundial, assim como o detalhadamento da metodologia por trás da nova lista.

Originalmente publicado em www.weforum.org .

Receber Atualizações

Um computador prevê quais empresas serão bem-sucedidas

Foi solicitado para um computador a previsão de quais as novas empresas que seriam bem-sucedidas. Os resultados for...

A última geração que viveu o mundo analógico

Na obra de Edward Hopper, as pessoas no balcão parecem conferir seus celulares. Mas não. Uma das imagens mais conhecidas da art...

A felicidade dá trabalho

Repare na próxima vez que alguém te perguntar “o que você faz?”. Estará embutida a sensação de que deves responder com...

Receba os próximos posts no seu e-mail
Obrigado!